Perfil:

Tolee
26 anos
São Paulo

Tolee lê

Sites
Globo Esporte
UOL
UOL Blogs
TERRA
Wikipedia

Jornais
Estadão
FOLHA Online
Le Monde

Outros Blogs
CALVIN
Liliane Prata
Perdida na Terra dos Smurfs!
Os Estranhos
Tudo sobre Nada
Volta ao Mundo

Arquivos

01/08/2008 a 31/08/2008
01/01/2006 a 31/01/2006
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004
01/01/2004 a 31/01/2004
01/12/2003 a 31/12/2003


Central do Tempo

Bruxelas - Bélgica
Click for Brussels, Belgium Forecast

São Paulo - Brasil
Click for Sao Paulo, Brazil Forecast


Aprés la vie en Belgique
Histórias, pensamentos, vida coditiana de um brasuca que viveu "La vie en Belgique"

Dois anos e meio depois...

Juro que demorei para lembrar como fazia para entrar aqui, como escrever, como configurar, etc...

Estava a toa vendo televisão ontem, quando uma amiga me ligou e me disse que havia montado um blog! Parecia um pouco envergonhada, e me pediu segredo! Daí contei que eu havia mantido um blog durante o tempo em que morei fora, e tal... Quando desliguei, vim para cá, e reli alguns dos meus posts antigos. Sabe, eu era viciado, mas depois fui perdendo o interesse, assim como meus 'amigos virtuais' também, e não sentia mais a mínima vontade de escrever de novo. Mas depois lendo algumas coisas aqui, os comentários, me deu uma saudade de escrever de novo!!!

Não sei se manterei isso, mas pelo menos a vontade inicial está sendo saciada! =o)

Bom, minha vida pouco mudou desde o dia 20/01/06. Acho que a grande mudança foi eu estar morando sozinho novamente. Não sinto mais tão sozinho, como sentia em bruxelas, já que estou perto de todos, e basta um telefonema e meia hora de trânsito para que eu esteja acompanhado. E outra, quase não paro mais em casa... Então, nada de muito novo na minha vida: mesmo emprego, mesma cara, mesmas vontades, etc...

Para aqueles que ainda passam por aqui, sejam bem vindos de novo!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Limpando a poeira...

Já estou de volta há quase 3 meses... Já entrei na rotina novamente... O problema é que a rotina daqui é muito mais corrida que a de lá. Me lembro que eu tinha quase 6 horas para fazer o que eu bem entendesse. Tanto que eu chegava a assistir a 2 filmes do cinema num mesmo dia! Aqui mal eu consigo ver qual a programação de cinema...

O bom é que meu tempo livre tem sido preenchido com coisas saudáveis e prazerosas. Voltei a fazer esporte! 3 semanas depois da rotina esportiva, vieram os ‘efeitos colaterais’: dor nos joelhos, ombros, inflamação no calcanhar, etc...

Tenho a nova mania de comprar livros. Difícil é achar tempo para lê-los. Nesse início de ano só durante a semana de folga que consegui arranjar tempo para ler. Li Impacto Profundo e Memórias de Minhas Putas Tristes. Olhei na minha estante esses dias e vi que ainda tenho pelo menos uns 10 livros na ‘lista de espera’. Comecei o ‘Operação Cavalo de Tróia 1’, já olhando com carinho para ‘O Historiador’.

Quando eu ouvia dizer que janeiro era o mês das contas, eu nem ligava. Agora senti na pele o que é: IPVA, seguro do carro, CREA, multa de velocidade (tsc tsc tsc), além dos gastos normais de quem acabou de voltar ao país, e quer experimentar tudo o que sentiu falta em um espaço curto de tempo.

Estava ansioso para ir ao show do U2. Mas daí quando vi o tamanho das filas, e o tempo de espera, desisti! Daí um amigo meu me liga me oferecendo 2 ingressos para o show. Eu relutei de início, mas topei raspar minha conta corrente para ver os irlandeses novamente. E to feliz!

Sejam bem vindos de volta ao meu mundo insano!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


La vie en Belgique a presque fini!

Em aproximadamente 40 dias estarei voltando ao Brasil.

Minha última viagem transatlântica enquanto expatriado, meu último mês fora do Brasil, minhas últimas aventuras no velho continente, meus últimos dias longe da família, meus últimos dias de amigo distante, e por fim: meu último post.

Gostaria de agradecer a todos vocês que acompanharam nesses quase 2 anos de conversar, desabafos, estórias, aventuras, relatos... Não vou citar nomes para não ser injusto, pois TODOS tiveram uma participação importante na minha vida.

Aqui fiz muitas amizades, aqui conheci muita gente bacana, aqui compartilhei dores e alegrias.

Ri muito, brinquei bastante, me atrapalhei com a escrita, atropelei regras, tentei ser escritor, brinquei de desenhar, viajei em textos, enfim, fiz desse espaço o meu playground. E fui feliz...

Nos vemos num quem sabe: A vida no Brasil, La vie en France, 生活在中国, La vida en España, 日本の生命, Das Leben in Deutschland, Het leven in Holland, Жизнь в России...

Em tempo: NUNCA diga NUNCA! =o)

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Ctrl+F!!!

Hoje eu tive que folhar um livro técnico em inglês de umas 700 páginas, pois o que eu procurava não se encontrava em índice algum, mas sim no corpo do livro. Ter que virar as folhas e bater o olho no texto, tentando achar a palavra não está sendo fácil... Ainda mais que o livro todo é sobre um mesmo assunto!

Como sou engenheiros (leia-se bobo!) fiz as contas: se eu demorasse em média 30 segundos por página, eu demoraria 21 mil segundos para folhar (ou é folhear o certo???) todas as 700 páginas, ou seja 350 minutos que equivalem a 5 horas e 50 minutos! Mas considerando que 30% do livro são figuras e gráficos, ainda assim essa tarefa tomaria 4 horas do meu dia.

Como sou da geração que viu a internet nascer, e que quando comecei a trabalhar ela já estava completa, eu me acostumei a apertar o Ctrl+F, colocar a palavra que eu procuro e ela aparecer grifada no texto. Mas livros não têm essa opção! =o/ Fui mal acostumado!!!! Agora me ferrei...

Deixa eu voltar para a minha consulta....

PS: fiz outros tipos de contas também, como por exemplo: o São Paulo fez 8 gols no Corinthians nesse campeonato brasileiro, o que equivale a 17.4% dos gols que o timinho tomou! Hahahaha....

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Sem idéias para escrever...

Mas já que vocês vivem na selva, segundo alguns europeus, ai vão algumas dicas importantes que eu li hoje de manhã:

Você sabe o que não fazer se uma cobra te picar?
 
Não coloque gelo ou compressa fria sobre a área atingida. Não amarre a atadura ou o torniquete muito apertado. Se usado de maneira incorreta, o torniquete pode bloquear o fluxo sanguíneo, causando sérios danos a algum membro. Não faça incisão no ferimento ou a sua volta, numa tentativa de remover o veneno - existe perigo de infecção. Por fim, não tente sugar o veneno: ele pode cair na corrente sanguínea pela sua boca.

Você sabe o que fazer se uma cobra te picar?
 
Lave a área atingida com sabão e água o mais rápido que puder. Imobilize a área afetada e mantenha-a numa posição mais baixa do que o coração. Isto retardará o fluxo do veneno. E, claro, procure um médico, urgente. Mesmo as picadas de cobras não venenosas devem ser tratadas profissionalmente, pois podem acontecer sérias reações alérgicas.

De nada, de nada, de nada! =o)

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Como a proprietaria do meu apartamento não me entende...

Esse 'não me entende' pode ser por dois motivos distintos. Mas antes, vou contar um pouco desta simpática senhora.

Ela tem mais de 90 anos... Com essa idade, pode se dizer que ela passou pelas duas grandes guerras que acabaram com a Europa, uma ainda neném, e outra já adulta. Ela passa o dia todo trancada sozinha em seu apartamento (o abaixo do meu) vendo televisão, cozinhando e tricotando. Recebe visitas esporádicas dos filhos e netos, mas sinto que mesmo assim ela se sente muito só. Tanto que a cada vez que tenho que falar algo com ela, eu tenho que ir preparado, pois sei que ela vai me chamar para entrar e conversar muito! Assuntos diversos: coisas da TV, de sua infância, das guerras (assunto que eu mais gosto!), do tempo, da minha empresa (assunto que eu menos gosto!), comidas, enfim, tudo isso regado a fotografias antigas e bicoitos que ela mesmo faz. O francês dela é aquele de filmes antigos, bem pronunciado, sem gírias, palavras dificeis e bem acentuadas.

Então, voltando ao primeiro parágrafo, ou ela não me entende porque meu francês não chega a ser nem de perto o mesmo que o dela (rs), ou porque, por conta da idade, a velhinha está ficando surda.

Para ilustrar o que falo, coloco trechos de nossos últimos diálogos:

- Oi, Madame... Estou indo viajar para a Alemanha por uma semana, e gostaria que a senhora ficasse com as chaves do meu apartamento para uma eventual necessidade, e também pedir para que a senhora recolha as correspondências, por favor...
- Mas o senhor já vai? O apartamento já está vazio??? Que rápido...
- Não, não... estou saindo de férias... para a Alemanha. Uma semana só...
- Ah tá, achei que já fosse voltar ao Brasil. E o senhor vai a trabalho?
- Não... de férias. Uma semana...
- Ah tá... férias. Aproveite bem, você ainda é jovem, tem mesmo que viajar. Quanto tempo passará fora?
- Errr.... uma semana.
- Aproveite bem, e boa viagem! E suas correspondências, quer que eu recolha para o senhor?
- Ah sim, bem lembrado (rs)... obrigado!

Na minha volta:

- Olá, Madame... Já estou de volta. Acho que nada aconteceu durante a minha ausência, certo?
- Claro que não... Três dias, né? Em três dias nada acontece de novo por aqui... hehehe!
- Pois é, três dias! Obrigado por ter tomado conta do apartamento... alguma correspondência?
- Não... nenhuma! Aqui estão as chaves... tenha um bom dia!
- Obrigado, desejo o mesmo para a senhora!

5 minutos depois o telefone toca...

- O senhor esqueceu de perguntar, tem correspondência! Pode vir buscar quando quiser...

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Frustrações...

Acho que uma grande frustração da minha vida é não gostar de....... azeitonas! Isso mesmo! Aquelas bolinhas verdes (ou pretas), suculentas, que todos que comem lambem o caroço e até os dedos.

Podem reparar, toda festinha tem sanduiche com azeitonas, todo restaurante e barzinho tem azeitonas para comer tomando aperitivos, toda pizza vem cheia delas... Enfim, como pode alguém não gostar delas??? Pois é, eu sou um deles! A cada vez que eu vejo alguém comendo azeitnoa, me dá uma voltade também! É triste...

Enfim, foi só um desabafo! rs

Vivendo e aprendendo: Estou aqui já faz bastante tempo e tenho que falar francês o dia inteiro. Porém, a cada dia eu aprendo uma palavra diferente. A de hoje foi démangeaison que nada mais é do que coceira! Palavra difícil para dizer uma coisa tão simples, né? rs

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Quem é feliz aqui?

Ontem eu estive numa praia aqui da Bélgica (Blankenberg) com uma amiga, e ficamos horas conversando. Papo vai, papo vem, e caímos no assunto 'Bélgica: amá-la ou odiá-la'. Eu confesso que eu ADORO morar aqui. Aqui encontro um nível de vida bom, transportes públicos que cobrem a cidade inteira, segurança, tranquilidade, cutura, etc... Eu me dou por feliz, e sei que vou sofrer no momento que eu tiver que voltar ao Brasil.

Já essa minha amiga ODEIA morar aqui... ela reclama de tudo! O que eu acho que só uma coisinha, para ela e mais uma coisa para fazer ela odiar o lugar. Ficamos debatendo, eu tentava fazê-la enxergar as coisas de uma outra forma, e ela tentava fazer o mesmo comigo, quando ela me deu um argumento que eu não tinha percebido até então: nem os cachorros belgas são felizes, pois eles não abanam o rabo!

Na hora eu ri muito, mas ela me quis me provar. Pegamos nossas coisas e fomos andar pela beira do mar. No caminho cruzamos com alguns cachorros, e eles realmente não abanavam o rabo pra nada! Eu me lembro a primeira vez que levamos nossos cachorros à praia (*), eles abanavam o corpo de tão felizes! Eu não me dei por vencido, e falei para irmos ao calçadão. Lá haviam vários outros cachorros brincando, correndo, latindo, procurando amigos, mas nenhum abanava o rabo!

OS CACHORROS BELGAS NÃO SÃO FELIZES!!!!!

Hipótese 1: eles são felizes, mas os cachorros belgas não tem músculos para abanar o rabo;
Hipótese 2: eles são felizes, mas cachorros aprendem coisas observando outros cachorros, e os primeiros cachorros belgas não abanaram o rabo, logo todos que vieram depois não abanam, pois não sabem que eles têm essa capacidade;

Alguém aí tem cachorro que sofre do mesmo 'mal'???

(*) Só explicando: eu não acho legal quem leva cachorro à praia, pois não acho que seja muito higiênico. Quando levamos os nossos, foi numa praia isolada, deserta em SC. Tá, também era anti-higiênico, mas só estávamos nós, então tudo bem! Até então ninguém sabia disso, mas agora vocês sabem.... rs

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


O ano novo sempre é especial...

... tanto que tenho um amigo por dia que faz aniversário no dia 29/08 até o dia 20/09. Todos os dias tenho que dar parabéns para alguém nesse período! Fico eu aqui imaginando o porque de tantos nascimentos nessa época. Tá, é férias de verão, então os casais ficam mais juntos, mais a vontade, estão calientes. Ou deve ser porque a programação de férias da TV nunca é lá essas coisas... hehehe!

Acho que esse período só perde para novembro/dezembro, nascimentos pós carnaval! rs

Falando em filhos, hoje vejo que os casais querem viver um certo tempo juntos antes de ter filhos. É até legal, pois se o casamento não dá certo, não haverá tantos filhos pequenos de pais separados... Mas o mais importante é poder curtir o casamento a sós: poder viajar tranquilamente, passar um final de semana num lugar gostoso, sair para jantar de surpresa numa noite, enfim, fazer coisas que não dá para fazer quando se tem um pimpolho pentelho chorando 95% do dia!

Quando estive no Brasil, eu e uma prima fizemos as contas e percebemos que fomos concebidos dias depois do casamento! Ela nasceu 9 meses 3 três dias depois do casamento dos meus tios, e eu nasci 9 meses e 4 dias depois do casamento dos meus pais. Pra que perder tempo, né? Hehehe...

Enfim, para todos os aniversariantes desse mês de setembro, meus sinceros parabéns! Que suas vidas sejam repletas de coisas boas nesse ano que entra para vocês!

Parabéns em especial para: Nina, Ana Estrelinha, Déia, Cris Tito, Samira, Mel, Mari Trakinas!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


O sonho da casa própria...
(na voz do Lombardi)

Há 3 anos, eu começava meu período de 'férias' aqui, pensando em economizar economizar dinheiro para a compra de um apartamento. Bom, é chegado o momento...

Vou contar como uma estorinha...

Toleezinho, animado com sua volta ao Brasil, saiu atrás de informações para a compra do tão sonhado apartamento. Porém a única forma de contato que tem com o Brasil é eletronicamente. Saiu procurando sites sobre venda de imóveis, se cadastrou em uns, consultou outros, e sempre que pedem o telefone dele, ele tem que falar que não mora no Brasil. A partir daí a conversa não tem mais continuação... As pessoas não fazem questão de retornar a mensagem, pois sabe que estando fora, o Toleezinho não pode comprar nada!

E outro motivo importante que vem deixando Toleezinho preocupado é que a compra de um apartamento é um grande passo a ser dado, porém ele tem pernas curtas! Não tá sendo fácil planejar o futuro em cima de hipóteses chutadas... Toleezinho sempre foi um menino que planejou muito bem tudo para seu futuro, mas nunca esse planejamento chegou a ser de 5, 10 anos!

A cada dia que passa, a procura pelo apartamento ideal fica cada vez mais distante, e o ânimo de Toleezinho vai caindo... Ele já tem mais de 10 propostas de apartamentos, todos dentro do seu orçamento (chutado), porém a maldita 'presença física' é excencial para o fechamento do negócio.

Outro ponto importante: a empresa de Toleezinho ainda não passou nenhuma proposta fixa e oficial de valores para sua volta, ou seja, ele está trabalhando em cima de valores hipotéticos, imaginários, para não dizer mágicos. Como poderá assumir um compromisso importante como esse, nessas condições???

Se você, caro leitor, tem como ajudar o pobre Toleezinho nessa causa, entre em contato! Vale dicas, conselhos, sites especializados, contatos com especialistas no assunto, avisos, doações bancárias, convite para festa de 15 anos, o que você tiver em mente!

Em tempo: queria tanto que existisse ainda a 'Porta da Esperança', o 'Peão do Bau' ou 'O Caminhão do Faustão'! Eu me empolguei com o acúmulo da Mega Sena, mas até para isso tem que estar aí no Brasil!!! Droga... rs

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Viu, viu, viu....

Quando eu falava que as pessoas aqui eram frias e distantes, achavam que eu exagerava... Quando eu falei que eu só fui conhecer a minha vizinha de cima 1.5 anos após eu ter me mudado, falavam que eu que me escondia. Quando eu falava que não tinha muitos amigos íntimos e legais para sair aqui, me falavam que era porque eu não era aberto...

Olha aí, então:

Bélgica cria "rua-jardim" para estimular convívio
(fonte: portal TERRA)

Uma pequena cidade da Bélgica aprovou um projeto de lei no qual teve como projeto a transformação de uma rua em um jardim com o objetivo de estimular o convívio entre os vizinhos. O novo visual de uma rua da localidade Ghent foi desenhado por um arquiteto. Foram instalados no local mesas e bancos. Será permitido que as crianças da rua joguem futebol e os pais molhem a grama.

Vivo ou não em outro planeta???

Recomendo: Ghent é uma cidade linda! Toda medieval, bem conservada, charmosa... Vale a pena visitá-la quando passar pela Bélgica. Fica no norte do país, entre Bruxelas e Brugge. E se você realmente for, dê uma olhada nessa rua, e me fale se o objetivo do convívio foi atingido... rs

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Academia na empresa...

Ontem, depois de alguns meses ausente, eu voltei a frequentar a academia. O único problema é que ela pertece à empresa, fica dentro do site da empresa, e só é frequentada por funcionários da empresa.

O nível de qualidade é excelente! Aparelhos bons, instrutures competentes, música alta, TV na MTV, enfim, tudo perfeito! Não fosse o fato de eu ter que fazer bicicleta com o diretor da empresa do meu lado, a secretária do 8o andar fazendo abdominal e a menina bonitinha do RH correndo na esteira. É estranho estar num ambiente assim, mas ainda cercado por pessoas do trabalho! E quando parece que os diretores resolveram fazer a reunião de fim de mês por lá, pois mesmo correndo ou pedalando, eles estão dicutindo negócios! É chato...

Agora a pior parte é quando vou ao vestiário. Se já era estranho ver as pessoas do trabalho em trajes esportivos, imagina então peladas! Isso mesmo... imagina o teu chefe, que sempre está de terno e gravata, com cara de sério, rindo e tomando banho ao seu lado! BIZARRA... a sensação é bizarra! Sempre tento evitar, tipo, enrolando um pouco na hora de ir embora (eles fecham às 19hs), esperando que todos tenham ido embora, ou vendo que eles ainda estão no meio do treinamento, saio antes e vou tomar meu banho sossegado...

Ontem as meninas do meu setor, sabedo que eu passo por lá de vez em quando, vieram me convidar para participar dos cursos coletivos na hora do almoço. Cursos como aeroboxing, yoga, relaxamento, alongamento, step, etc... Estava mesmo pensando em fazer algo assim, mas será estranho com elas... Enfim, vou pensar no assunto!

Pois é, na onda de querer aproveitar o finzinho das minhas 'férias' por aqui, a academia acabou por entrar no projeto também!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Apresentando o UGC e suas facilidades...

Depois que voltei da minha última viagem, fui ao banco retirar o extrato de duas semanas, quando me deparei com minha conta quase zerada!

'Em todos esses anos nessa indústria vital, essa é a primeira vez que isso me acontece!'

Bateu um pânico, desespero... e ainda faltavam 2 semanas para o fim do mês, ou seja: contenção total de gastos! Nada de supermercado, nada de CDs, nada de DVDs, nada de lanches fora de casa, nada de nada!!!! Tenho vivido as custas do que tenho na minha geladeira e da minha carteirinha 'UNLIMITED UGC'!

Explico: essa carteirinha me dá o direito de ir ao cinema quantas vezes eu quiser, quando eu quiser, no filme que eu quiser, onde (no UGC) eu quiser... Isso tudo por apenas 14.90 euros por mês (o que equivale a 2 entradas inteiras). Ou seja, vale muito a pena para alguém, como eu, que adora cinema...

Por isso, na semana passada eu assiti a 6 filmes:

- The Island: legalzinho, futurista, com a Scarlett Johanson que eu acho linda, mas só! Só valeu porque foi de graça! rs
- Land of the Dead: para quem já viu qualquer outro filme do estilo de 'a volta dos mostos vivos', não perca tempo nesse. Fraquinho...
- Deuce Bigalow: Engraçado, divertido... gosto de comédias bobas como essa... Além de se passar em Amsterdam, que é uma cidade muuuuito legal, e apropriada para o tema!
- A Lot Like Love: Muito bom... gostei! Comédia romântica onde normalmente num casal de namorados ela ADORA e ele ODEIA! Mas desse eu gostei...
- Hitchhikers Guide to the Galaxy: Fraquinho, confuso, estranho, nheca! Não gostei não... nem de graça de novo!
- Wedding Crashers: Muuuuito engraçado! Risada do começo ao fim! Para quem é solteiro e tem casamentos pela frente, leve bloquinho de anotações e não perca as dicas! Hehehe...

Ainda falta 3 dias para eu receber... acho que vou ter que continuar indo ao cinema!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Sou estranho...

Tenho tido sonhos bizarros ultimamente... Com pessoas que eu não conheço, nas situações que eu já vivi, fazendo coisas que eu só ouvi falar, em lugares que sequer existem!

Por exemplo, sonhei que eu estava viajando de ônibus com uma amiga da net que eu não conheço (???), pelas praias de Minas Gerais (???), onde as águas mesclavam entre um azul bem clarinho e azul escuro (???). Passando de ônibus pelo centro histórico da cidade, ele se parecia com Veneza (???). Eu estava só de sunga e toalha no ônibus (???) e uma velhinha ficava me olhando com um jeito de reprovação e eu respondia: tô no RJ (???). De repente, o ônibus começou a andar no que eu achava que fossem canais (???). Eu ficava olhando pela janela para ver se via peixes, e minha amiga só pedia cafuné (???). E chegamos à praia. Meus amigos daqui da Bélgica apareceram de repente no ônibus (???), e fomos todos juntos. Daí eu tirei meus óculos para entrar na água, e mesmo sem eles eu enxergava normalmente (???)! Uma outra amiga estava com um bikini muito engraçado, tipo anos 40 (???) e eu ria dela... muito (e ela me dava uns tapas)! Ela estava junto com um outro amigo, escondidos atrás de uma lixeira, espiando um casal de americanos comendo numa barraquinha de cachorro quente (???). Tirei os de lá, e juntos fomos ao mar. Lá, eu tinha medo, porque era muito fundo! Essa amiga tentava alcançar o fundo, e não conseguia... eu saí e fui para a areia, onde eu só escutava a língua alemã (???). Fiquei lá por uns tempos, até acordar....

Hoje um estagiario espanhol veio me perguntar se eu era belga. Como assim??? Tenho cara de belga? Qual a cara de um belga? Não sou belga!!!! Acho... preciso voltar logo para o Brasil! Meu mimitismo está evoluindo aqui... rs

Só uma informação não muito importante: os arquivos do blog não estão abrindo! É por isso que as figuras não aparecem... Coisas do UOL...

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí:


Verão Europeu

Eu já li uns trocentos textos sobre o verão europeu deste ano. Quer dizer, o teórico verão, pois o verdadeiro ainda não apareceu. Nessas minhas 'férias de verão' eu andei bastante pela Europa, e só peguei sol no sul da França. Estive na semana passada no leste europeu, e nada muito agradável como tempo. Vendo o noticiário na TV, vi que na Alemanha e na Áustria está chovendo sem parar, tudo inundado! A Jules me disse que em Veneza ela teve que andar com água pelos joelhos! E parece que por todos os lados está assim...

Mas o mais impressionante foi o que eu vi aqui hoje em Bruxelas: tempo estava feio, quando caiu um temporal com ventania (o que faz com que quem esteja no 9o andar, como eu, pense que esta chovendo de cima para baixo). Até aí, nada que não aconteça uns 300 dias por ano. De repente, vejos floquinhos no ar... Temperatura: 17ºC. IMPOSSÍVEL nevar... Discuti com a 'adoradora de gatos', e ela disse que achava ser neve também. Procurei no Google (é, tô cheio de trabalho), e nada achei com relação a neve com mais de 15ºC. Era só o que faltava: neve no MEU verão...

Depois falam que eu sou sortudo de ter 2 verões por ano, fugindo do inverno no fim do ano. No final das contas, fica tudo elas por elas, já que eu tenho um verão brasileiro e um verão europeu (digamos, um inverninho brasileiro)...

PS: voltando como se nada tivesse acontecido... e muito pelo contrário, muito aconteceu! E aos poucos vou colocando aqui... Feliz de ter vontade de escrever de novo!

Aprés la vie en Belgique | Tolee
Diz aí: